Se torne um Herói de Negócios!

Se torne um Herói de Negócios!

Deixe seu e-mail aqui para receber estratégias de investimentos e negócios gratuitamente!

Seus dados 100% Seguros!

Guia do Investidor Iniciante: Os Termos do Mercado Financeiro

Guia do Investidor Iniciante: Os Termos do Mercado Financeiro

Caso prefira ver o vídeo, clique no botão abaixo:

Separamos abaixo algumas das palavras mais utilizadas neste “mundo” para que você fique por dentro do que estão falando quando soltarem qualquer termo naquela roda de amigos investidores, ou nos diversos grupos existentes nas redes sociais.

Confira:
Trader – Profissional que atua na compra e venda de ativos na bolsa de valores, com o objetivo de ganhar dinheiro em cima de cada operação;

Day Trade –  realizar operações no mesmo dia, comprando e vendendo ações no mesmo pregão, lucrando com a oscilação de preços em pouco tempo;

Swing Trade – Swing Trade são operações de compra e venda de determinado ativo realizada em.

Position Trade/Buy and Hold – Literalmente comprar e segurar as ações durante longo prazo, sem vendê-las, independentemente de quedas ou altas. Utilizada por investidores que usam a estratégia de aumentar a sua renda passiva através do recebimento de dividendos e outras bonificações;

IPO – Initial Public Offering – Oferta Pública Inicial – primeiro dia de negociação da ação de determinada empresa na bolsa de valores;

Flipar – Reservar as ações no período antes do IPO e vendê-las no primeiro dia de negociação visando um alto lucro já que normalmente no primeiro dia há uma volatilidade grande. 

Long – Estar comprado em um operação;

Short – Estar vendido em um operação;

Bull Market (Bullish) – Quando a bolsa está subindo;

Bear Market (Bearish) – Quando a bolsa está caindo;

Stop Gain – Função que permite o trader programar automaticamente a venda de seus ativos quando atingem seus alvos de ganho; 

Stop Loss – Função que permite o trader programar automaticamente a venda de seus ativos quando atingem a perda máxima programada, prevenindo perdas maiores;

Micos – Ações super baratas comparadas a de grandes empresas, normalmente os micos são ações de empresas que estão entregando resultados ruins;

Small Caps –  Ações que possuem menor liquidez em relação às Blue Chips, geralmente pertencendo a “pequenas empresas” com valor de mercado de US$ 300 milhões a US$ 2 bilhões, como por exemplo Banco Inter, Petrorio e Gol;

Blue Chips – Ações que pertencem a grandes empresas, normalmente líderes de mercado e que possuem alta liquidez, como por exemplo Ambev, Vale e Petrobras;

Sardinha – Termo utilizado para designar pequenos investidores ou investidores iniciantes que normalmente que normalmente tendem a seguir o movimento de outros pequenos investidores, como se fosse “junto com o cardume”;

Tubarão/Big Players – Grandes investidores, principalmente bancos e corretoras que muitas vezes surpreendem o mercado “engolindo as sardinhas” fazendo movimentos contrários que por vezes podem “quebrar os sardinhas”;

Violinar – Quando o mercado vai contra a operação, atinge o stop do investidor e logo em seguida passa a caminhar em direção ao alvo inicial;

Mercado Lateral – Quando o mercado não toma nenhuma direção, fica constantemente apenas subindo e caindo sem nenhuma tendência (alta/baixa) aparente;

Zerar posição –  quando o investidor zera seus ativos, vendendo na mesma quantidade em que havia comprado;

Derreter – forte queda repentina em determinada ativo, normalmente ligada a alguma notícia ou “twittada”;

Grupamento (Inplit) – é a ação de juntar transformar várias ações em apenas 1 com o intuito de aumentar o seu valor;

Desdobramento (Split) – é a ação de transformar 1 ação de alto valor em várias com valores menores com o intuito de ter um preço acessível a todos os investidores;

Home Broker – plataforma que o banco ou corretora disponibiliza para a negociação na bolsa;

Dividendos – Pagamento realizado aos acionistas, por meio da distribuição da parte dos lucros da empresa. Os dividendos são isentos de IR e as empresas são obrigadas a pagar no mínimo 25% aos acionistas;

Juros Sobre Capital Próprio – Forma de remuneração ao acionista semelhante aos dividendos, porém sem ser obrigatória. Sobre o JCP há uma alíquota de 15% de IR;

Pregão – É o nome dado ao período em que são feitas as transações de compra e venda de ativos na B3;

Leilão de pré-abertura – Período de 15 minutos antes da abertura da Bolsa de Valores em que os investidores já podem colocar suas ordens. Determina o preço de abertura das ações no dia. 9:45 – 10h;

Leilão de fechamento – Período de 5 minutos após fim do pregão que determina o valor de fechamento das ações no dia. 18 às 18:05;

Corretagem – taxa cobrada pela corretora por cada operação de compra e venda de títulos da bolsa;

Compra fracionada – Realizar compras sem ser em lote, ou seja, menos de 100 ações. Deve-se utilizar o código do ativo seguindo de um F;

Minicontratos – contratos futuros (Índice e Dolar) acessível para pequenos investidores, negociados a valores bem menores que os contratos cheios. Negociados com as siglas (WIN e WDO) + letra do mês e ano;

Comprar/Vender a Mercado – Comprar/vender exatamente no valor em que o ativo se encontra naquela hora;

Estes são os termos que separamos para vocês, queridos leitores. Se esquecemos de algum termo, escreve pra gente nos comentários.

Não deixe de seguir nossas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades (serão muitas em 2020).

Já começou a investir no mercado financeiro? Leia mais sobre clicando aqui!

Aproveita e se inscreva em nosso YouTube
Siga-nos no Instagram
Curta nossa página no Facebook

Sobre o Autor

Pedro Mellado
Pedro Mellado

Formado em administração e negócios, MBA na FGV em Gestão Financeira, pós graduado em Recursos Humanos com 6 anos de Santander como assistente e Gerente Empresas.

0 Comentários

Deixe uma resposta